RESPEITE A SUA CONCORRÊNCIA
“Estar um passo à frente da concorrência, significa organizar o futuro para competir com o presente.”


Provavelmente um dos grandes tabus da economia portuguesa, é afirmar que a concorrência é prejudicial ao negócio. Para nós isso é um assunto muito discutível.
A concorrência quando sincera e honesta, desperta o espírito competitivo, ajuda a diluir o custo da inovação e reforça a perceção da posição competitiva.

A maioria das empresas quando analisam a concorrência, pensam imediatamente em custos e preços praticados.  Se estivermos a falar de produtos, esta questão até pode ser fácil de apurar, mas se a sua empresa vende serviços, essa pesquisa de preços não se torna assim tão acessível. Demorará muito mais tempo e em qualquer altura todo esse esforço pode ter sido em vão.

Andar sempre atrás da sua concorrência, na melhora das hipóteses, você será sempre o número dois do mercado.

Se procura estar um passo mais à frente:
· Invista tempo nas suas decisões estratégicas.
· Comece por excluir a competição defensiva.
· Exclua as adaptações às necessidades aparentes do momento.
· Torne o presente obsoleto.
· Defenda metas a longo prazo e procure criar um futuro diferente

Foque-se em sim mesmo!
Concentre-se nas suas necessidades e objetivos.

Pondere as seguintes questões:
— Quais as tendências de mercado atuais?
— Que concorrentes competem pelo menos cliente que a sua empresa?
— De que forma a sua empresa se destaca da concorrência?
— Como analisa a sua cadeia de valor?


“A GENERAL MOTORS E A FORD FICARAM OBCECADAS UMA PELA OUTRA, ATÉ O DIA EM QUE TOYOTA TIROU A MAIOR PARTE DOS LUCROS.”


Mas não se limite a questões superficiais, quando estuda a sua concorrência vá mais fundo. Aproveite o framework “As 5 forças de Porter” de Michael Porter.

1. Compreenda o tipo de RIVALIDADE ENTRE CONCORRENTES
— Quantas empresas estão presentes na indústria onde atua?
— Quais as que ocupam as melhores posições e qual a cota de mercado de cada uma?

2. Analise e determine a AMEAÇA DE NOVAS ENTRADAS
A luta por posições de mercado, a luta pelo preço e novos produtos e novas capacidades, são pontos negativos que desgastam a gestão da sua empresa.
Analise a taxa de crescimento do mercado ou defina sua cota de mercado.
— Que dificuldades as empresas enfrentam ao entrar no sector?

3. Explore a possível AMEAÇA DE PRODUTOS SUBSTITUTOS
A entrada de novos produtos substitutos limita o teto máximo dos preços e incrementa a competitividade na indústria.
— Quais são os produtos substitutos na sua empresa?
— De que forma pode combater isso?
— Qual o impacto dos Produtos e Serviços substitutos têm na indústria?

4. Pondere o PODER NEGOCIAL DOS CLIENTES
Quando os clientes são sensíveis ao preço, podem diminuir o lucro da sua organização. Evidencie as mais-valias.
— Quais os fatores mais distintos nos seus produtos?
— Quanto mais valor consegue entregar ao seu cliente?

5. Reveja o PODER NEGOCIAL DOS FORNECEDORES
Se os produtores exercem pressão no preço, eles podem forçar o sector a ter custos difíceis de ultrapassar.
— Como pode renegociar o preço de compra?
— Como pode concentrar as suas compras num só fornecedor?


---
Procura saber mais sobre Concorrência, recomendamos este livro
ON COMPETITION, Michael Porter
©Tembela Bohle
10 janeiro 2021