O GESTOR DESCONFIADO, LIGOU-ME HOJE!
“Porque temos de envolver os colaboradores internos nas decisões estratégicas?”  


Todos sabemos que duas cabeças pensam melhor do que uma, certo?
Mas é preciso que elas pensem em conjunto para se alcançar o resultado pretendido.
É com base neste princípio, que insistimos na envolvência dos recursos humanos durante Descoberta da Estratégia.

De uma forma geral os gestores estão tão envolvidos na empresa, que inconscientemente fecham os olhos ao ambiente interno. Embora o desejo de qualquer gestor, fosse que os recursos internos tivessem o mesmo nível de envolvimento que os cargos de gestão, isso não é possível e não é necessariamente pejorativo. Antes pelo contrário, isso só vai permitir diferentes abordagens e opiniões.

Partilhar a Descoberta de uma Estratégia é criar espaço de opinião e garantir novas táticas ou operações mais competitivas.


Quando trabalhamos a Descoberta de uma Estratégia, um dos primeiros passos é justamente este, entrevistar e conversar com os recursos humanos. Gostamos de lhes dar espaço e liberdade para ponderarem, comentarem e acrescentarem novos temas e ideias.

Deixamos aqui algumas perguntas base:
— Se a empresa fosse sua o que modificaria?
— O que a empresa poderia fazer para facilitar o seu trabalho?
— Como podemos melhorar os processos da sua área profissional?

— De 0 a 5 qual a sua autonomia para tomar decisões?
— Que formações e experiências seriam úteis para desempenhar melhor o seu trabalho?



Este nível de envolvência para além de garantir bons insights, conduzem-nos a fatores muito interessantes.
A organização torna-se mais seguras nas suas decisões, o ambiente de trabalho melhora substancialmente e os colaboradores sentem-se mais orgulhosos de vestir a camisola.
Em 90% os casos, a direção acaba por ficar com mais tempo para se dedicar a assuntos de maior importância e descartarem atitudes de micro mangement.

Sempre que tiver a oportunidade envolva os seus colaboradores nas decisões da sua empresa.
©Cottonbro
22 janeiro 2021